Narrativa e trabalho em "Passageiro do fim do dia", de Rubens Figueiredo

Autores

  • Thayllany Ferreira Andrade
  • Gustavo Abílio Galeno Arnt

DOI:

https://doi.org/10.35921/jangada.v0i8.123

Palavras-chave:

Rubens Figueiredo, Narrativa, Trabalho

Resumo

Resumo: Este artigo se propõe a investigar a representação do trabalho na narrativa brasileira contemporânea, especificamente no romance Passageiro do fim do dia, de Rubens Figueiredo (2010), buscando compreender essa representação no contexto mais amplo de organização do mundo do trabalho no Brasil.

Palavras-chave: Rubens Figueiredo. Narrativa. Trabalho.

________________________
Abstract: This article aims to investigate the representation of labour in contemporary Brazilian narrative, specifically the novel Passageiro do fim do dia, by Rubens Figueiredo (2010), trying to understand this representation in the broader context of organization of the world of labour in Brazil.

Keywords: Rubens Figueiredo. Narrative. Labour.

Referências

ANDERSON, Perry. O Brasil de Lula. Novos Estudos : Cebrap. N. 91, 2011, p. 23-52.
ANTUNES, Ricardo. A crise, o desemprego e alguns desafios atuais. Serviço Social & Sociedade. N.104, 2010, p. 632-636.
______. Adeus ao trabalho?: ensaios sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 16ª ed. São Paulo: Cortez, 2015.
BASTOS, Hermenegildo. Literatura como trabalho e apropriação: um esboço de hermenêutica literária. Remate de Males, v. 28, n. 2, 2008, p. 157-172.
BARRÈRE, Anne; SEMBEL, Nicolas. Sociologia da escola. São Paulo: Loyola, 2006.
BOURDIEU, Pierre. A Escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. 1966. p. 39 – 64.
FIGUEIREDO, Rubens. Passageiro do fim do dia. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
______. Sobre Passageiro do fim do dia: entrevista com Rubens Figueiredo. Terceira Margem, n.24, Rio de Janeiro, 2011, p. 191-207.
GRAMSCI, Antonio. A organização da Escola e da Cultura. In: Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro. 1995. p.p. 177 – 127.
MAGALHÃES, M; GOIS, A. Vida profissional é maior entrave, dizem negros. Folha de São Paulo, 23 de novembro de 2008. (Caderno Especial – Racismo)
MARX, Karl e ENGELLS, Friedrich. Trabalho Assalariado e Capital. Editora: Avante, 1982.
MELO, Cimara Valim de. Imagem, trânsito e memória em Passageiro do fim do dia, de Rubens Figueiredo. Porto Alegre: UFRGS, 2012.
MELLO, J.M. de; NOVAIS, F. Capitalismo tardio e sociabilidade moderna. São Paulo: Unesp; Facamp, 2009.
OLIVEIRA, Francisco de. Hegemonia às avessas. Piauí, n°4, 2007.
PASTA JR, J. A. . “Volubilidade e idéia fixa: o outro no romance brasileiro”. Sinal de Menos, v. 4, p. 13-25, 2011.
PRADO JR., Caio. Formação do Brasil contemporâneo: colônia. São Paulo: Brasiliense, 2008.
SANTANA, Marco Aurélio; RAMALHO, José. Sociologia do trabalho no mundo contemporâneo. 3ª ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.
SANTOS, Elisabete Figueroa dos; SCOPINHO, Rosemeire Aparecida. Fora do jogo? Jovens negros no mercado de trabalho. Rio de Janeiro, 2011.
SANTOS, D.; FUX, J.“A dramaticidade urbana em Passageiro do fim do dia, de Rubens Figueiredo”. Fronteiraz, n. 11, 2013, p.130-141.
TIRLONI, Larissa. Memória e espaço em Passageiro do fim do dia. XII SEMINÁRIO INTERNACIONAL EM LETRAS. 2, 2012, 2012.
TODOROV, Tzvetan. As estruturas narrativas. Tradução: Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Perspectiva, 1979.

Downloads

Publicado

2018-05-01

Como Citar

Andrade, T. F., & Arnt, G. A. G. (2018). Narrativa e trabalho em "Passageiro do fim do dia", de Rubens Figueiredo. Jangada: Crítica | Literatura | Artes, (8), 112–137. https://doi.org/10.35921/jangada.v0i8.123