Vertendo o ventre: uma leitura sobre o conto "O Ventre Seco", de Raduan Nassar

Autores

  • Natasha Gonçalves Otsuka

DOI:

https://doi.org/10.35921/jangada.v0i5.67

Palavras-chave:

Raduan Nassar, Gênero, Conto, Tensão, Contemporaneidade

Resumo

O ventre seco, de Raduan Nassar, a partir de uma análise do gênero na contemporaneidade. A escrita sintética do conto coloca em relevo um jogo textual  intenso com os princípios da composição literária. Narrativa condensada, espasmo literário. Como aparato teórico, foram utilizados estudos de Nádia Battella Gotlib, Alfredo Bosi, Walter Benjamin, Leyla Perrone-Moisés e outros. 

Palavras-chave: Raduan Nassar; gênero; conto; tensão; contemporaneidade.

 

Referências

BARROS, Rodrigo Ségges Ferreira. Um personagem só ou a resposta, por parrésia, que meu corpo sonhou para a voz de Paula: uma leitura ensaística do conto “O ventre seco”, de Raduan Nassar. Fórum de Literatura Brasileira. 9 ed, p. 99-124, jun 2013. Disponível em: <http://www.forumdeliteratura.com.br/ensaios/ensaios-9-edicao/94-um-personagem-so-ou-a-resposta-por-parresia-que-meu-corpo-sonhou-para-a-voz-de-paula-uma-leitura-ensaistica-do-conto-o-ventre-seco-de-raduan-nassar>. Acesso em 05/01/15.
BENJAMIN, Walter. O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras escolhidas. Tradução: Sergio Paulo Rouanet. 3ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1987. v.1, p. 197-221.
BOSI, Alfredo. O conto brasileiro contemporâneo. São Paulo: Cultrix, 1996. "checklist", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, <http://www.priberam.pt/dlpo/checklist>. Acesso em 14/01/15.
COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria: literatura e senso comum. Tradução: Cleonice Paes Barreto Mourão, Consuelo Fortes Santiago. 2ª ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.
CORTÁZAR, Julio. Alguns aspectos do conto. In: Valise de Cronópio. Tradução: Davi Arigucci Jr. e João Alexandre Barbosa. São Paulo: Perspectiva, 2006. p. 147-164.
DESCARTES, René. Discurso do método. Tradução: Paulo Neves. Introdução: Denis Lerrer Rosenfield. Porto Alegre: L&PM, 2008.
GOTLIB, Nádia Batella. Teoria do conto. São Paulo: Editora Ática, 1985.
ISER, Wolfgang. O fictício e o imaginário. 2ª ed. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2014.
LEMOS, Masé. Desdobras deleuzianas: O ventre seco em Raduan Nassar. Revista Synergies Brésil. Número spécial 2. 2010. p. 93-99. Disponível em: <http://gerflint.fr/Base/Bresil_special2/lemos.pdf>. Acesso em 15/11/15.
MATTHEWS, Brander. The philosophy of the Short-story. In: CURRENT-GARCÍA, Eugene & PATRICK, Walton. What is the short story?. Brighton: Scott, Foresman and Company, 1074. Disponível em: <https://openlibrary.org/books/OL24755165M/What_is_the_short_story>. Acesso em 05/01/15.
MORAES, Vinicius de. Separação. In: Para viver um grande amor - 1962. Organização Eucanaã Ferraz. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
NASSAR, Raduan. O ventre seco. In: Menina a caminho. São Paulo: Companhia das Letras, 1997. p. 61-68.
PERRONE-MOISÉS, Leyla. Da cólera ao silêncio. In: Cardernos de Literatura Brasileira – Raduan Nassar. São Paulo: Instituto Moreira Salles. 2001. p. 61-77.
POE, Edgar Allan. A Filosofia da Composição. In: Poemas e Ensaios. Tradução: Oscar Mendes e Milton Amado. 3ª ed. revista. São Paulo: Globo, 1999.
STIERLE, Karlheinz. A ficção. Tradução: Luiz Costa Lima. Rio de Janeiro: Caetés, 2006.

Downloads

Publicado

2018-04-06

Como Citar

Otsuka, N. G. (2018). Vertendo o ventre: uma leitura sobre o conto "O Ventre Seco", de Raduan Nassar. Jangada: Crítica | Literatura | Artes, (5), 30–49. https://doi.org/10.35921/jangada.v0i5.67

Edição

Seção

Varia